Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Brasil sedia o Curso de Instrutores Master de Primeiros Socorros da ONU em Salvador
Início do conteúdo da página

Brasil sedia o Curso de Instrutores Master de Primeiros Socorros da ONU em Salvador

Publicado: Terça, 17 de Setembro de 2019, 15h31

Salvador (BA), 17/09/2019 - O Brasil está sediando o terceiro Curso de Instrutores Master de Primeiros Socorros das Nações Unidas – UNBFAC (acrônimo em inglês). O evento teve início em 16 de setembro, no Centro de Convenções e Hospedagens da Aeronáutica (CEMCOHA), na cidade de Salvador (BA) e prosseguirá até o dia 21 de setembro.

Uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), o curso, cujas últimas edições aconteceram na República da Irlanda e na Itália, tem por objetivo formar instrutores que capacitem os compatriotas que serão desdobrados em operações de paz sob a égide da ONU.

A programação das atividades é voltada para reduzir baixas de peacekeepers, por meio de procedimentos e técnicas especializadas, aplicadas dentro da “hora de ouro”, ou seja, a primeira hora do atendimento, momento determinante para salvar vidas.


O Brigadeiro-do-Ar Marcos dos Santos Silva, Subchefe de Organismos Internacionais, da Chefia de Assuntos Estratégicos do Estado-Maior, Coordenador do curso no Brasil, fez as saudações iniciais aos participantes. A abertura foi realizada por meio de videoconferência, direto de Nova York, pela médica senior – Chefe da Divisão de Serviços Médicos da ONU, Adarsh Tiwathia.

Na abertura, a Sra Adash apresentou números gerais de mortes por ano e recomendações-chave para a atuação dos peacekeepers. Também citou os estudos do General Carlos Alberto dos Santos Cruz, General brasileiro que liderou a base para criar estratégias que reduzem o perigo para os boinas azuis, como são conhecidos os integrantes das missões de paz.

Ao falar sobre o Brasil ter sido o país escolhido pela ONU para sediar o evento, o Brigadeiro-do-Ar M. Santos explicou que isso demonstra a importância que o Estado Brasileiro dá às ações de manutenção de paz em locais de atuação da ONU.

“O Brasil já participou com o envio de tropas para o Haiti e hoje participa com uma Fragata na FTM (Força-Tarefa Marítima) da UNIFIL (Forças Interinas das Nações Unidas no Líbano). A realização desse curso é mais uma forma de contribuição do Brasil”, ressaltou o Brigadeiro-do-Ar.

O curso conta com uma equipe formada pela Coordenadora-Geral, Major do Exército da Austrália Kristy Hudson, pela coordenação local, com seis militares da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira e sete instrutores provenientes da Austrália, Ghana, Índia, Japão, Israel, Reino Unido e Camarões. Todos imbuídos na formação de 17 alunos dos seguintes países: Bangladesh, Egito, Marrocos, Ruanda, Japão, Libéria, Etiópia e Brasil.

Ao final do curso, os instruendos médicos, paramédicos e enfermeiros serão avaliados e receberão o título de Instrutor Master ou de Super Instrutor, habilitados pela ONU. O Capitão de Corveta Médico Eloi Luna Freire de Moraes, da Marinha do Brasil, o Capitão Médico Luis Gustavo de Oliveira, do Exército Brasileiro, e o Major Médico Pascale C. Leite, da Força Aérea Brasileira, são os alunos brasileiros que ficarão responsáveis por multiplicar os conhecimentos e técnicas aprendidas no curso, especialmente a militares que participarão das próximas missões de paz da ONU.

Por: 1º Tenente Pérsia

Fotos: divulgação

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071

Fim do conteúdo da página