Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Nova antena multisatelital amplia capacidade de monitoramento do território brasileiro
Início do conteúdo da página

Nova antena multisatelital amplia capacidade de monitoramento do território brasileiro

Publicado: Terça, 14 de Maio de 2019, 13h15

Brasília, 14/05/2019 – Servidores do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), órgão vinculado ao Ministério da Defesa, realizaram, no período de 5 a 10 de maio, em Atlanta, Estados Unidos, o processo de recebimento em fábrica de antena multisatelital de observação da Terra.

 A aquisição da antena faz parte do projeto Amazônia SAR, que faz o monitoramento territorial e ambiental do Brasil por meio de imagens de satélites.

 Técnicos do Censipam viajaram até a sede da empresa VIASAT, fornecedora da antena, para avaliar o equipamento já montado e verificar se a operação está de acordo com as especificações do projeto.

 Com custo de 5,8 milhões de dólares, a antena de recepção via satélite será instalada em setembro em área do Exército Brasileiro, no Campo de Instrução de Formosa, em Goiás. O equipamento deverá entrar em operação ainda em outubro deste ano.

 “A partir da instalação da antena, será possível receber imagens diretamente de satélites, nacionais ou internacionais, facilitando o monitoramento territorial, ambiental e de águas jurisdicionais do País”, explicou o diretor de produtos do Censipam, Péricles Cardim.

 Com raio de 11,3 metros, a antena principal foi adquirida com recursos do Fundo Amazônia e faz parte das ações do projeto Amazônia SAR. O projeto do Censipam utiliza principalmente radar de abertura sintética (SAR) para gerar alertas de desmatamento a órgãos de fiscalização ambiental, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

 A antena secundária, com diâmetro de 7,3 m, está em processo de construção e deverá ser recebida em fábrica em junho. A antena será instalada em área da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em Manaus (AM).

 

Por William Cavalcanti

Fotos: divulgação

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa 
(61) 3312-4071

registrado em:
Fim do conteúdo da página