Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > General Leal Pujol recebe o Comando do Exército do Gen Villas Bôas
Início do conteúdo da página

General Leal Pujol recebe o Comando do Exército do Gen Villas Bôas

Publicado: Sexta, 11 de Janeiro de 2019, 18h53

Brasília, 11/01/2019 – Em cerimônia emocionante, o general Eduardo Villas Bôas passou o comando do Exército para o general Edson Leal Pujol, na manhã desta sexta-feira (11). A solenidade ocorreu no Clube de Exército, sede Lago, onde cerca de duas mil pessoas presenciaram a transmissão de cargo. Estiveram presentes o presidente da República, Jair Bolsonaro, o vice-presidente, Hamilton Mourão, o presidente do Superior Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e demais ministros, comandantes de Forças e oficiais generais do Alto Comando.

A cerimônia ocorreu no Salão Nobre do Clube do Exército 

Ao iniciar o discurso, o general Villas Bôas afirmou que nunca havia visto o salão nobre do Clube do Exército “tão lotado”. Saudou as autoridades e, especialmente, os companheiros da turma 1973 e os cadetes que formou. Após quatro anos, ele deixa o comando com 52 anos de carreira militar. “O cumprimento de minha missão só foi possível pelo desvelo desses oficiais e praças, que se multiplicaram em atenções e providências criativas”, destacou. Villas Bôas admitiu sentir-se extremamente feliz, “pela circunstância de estar passando o comando do Exército de Caxias a um profissional que elevará os níveis de desempenho da Força Terrestre”.

Ao general Leal Pujol, ele desejou absoluto êxito em sua gestão e muitas felicidades. “Que meu último ato como comandante seja um abraço de gratidão em cada integrante do Exército de Caxias. Levo como principal legado a saudade, porque, na minha alma, permanecerá esse vínculo com todos aqueles que comigo ombrearam nesses 52 anos de caserna, eternizado em cada sorriso e continência que me prestaram”, destacou o general Villas Bôas. Após o fim do discurso, todos os presentes ficaram de pé e marcaram o momento com uma longa salva de palmas que emocionou o general.

Transição de cargo do comando do Exército 

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, afirmou que a passagem do general Villas Bôas foi marcada pela liderança conciliadora em que pautou o comando, baseado na legalidade, na estabilidade e na legitimidade, com o foco na manutenção da paz e no respeito à democracia. “Manteve a ética como parceira do cotidiano militar, e induziu a disciplina consciente como modelo de comportamento.   Fez do Exército solução, não parte do problema”, ressaltou.

Ao novo comandante, Leal Pujol, o ministro da Defesa considerou um momento de renovação, “tão própria da democracia”. “   O General Leal Pujol assume enorme responsabilidade de conduzir o Exército Brasileiro, uma instituição permanente e não pode oscilar com modismos ou desviar os olhos da razão da sua existência – o nosso Brasil”, discursou.

Na solenidade, o presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu a Ordem do Mérito Militar no grau de grã-cruz.

Perfil do comandante

General de Exército Edson Leal Pujol nasceu em janeiro de 1955, em Dom Pedrito (RS). Ingressou no Exército em 1º de março de 1971, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, e concluiu a Academia Militar das Agulhas Negras em 15 de dezembro de 1977, tendo sido declarado aspirante a oficial da Arma de Cavalaria. Foi promovido ao posto atual em 31 de março de 2015.

No Exterior, exerceu as funções de Observador Militar das Nações Unidas em El Salvador (ONUSAL), na América Central; e de Adido de Defesa, Naval e do Exército junto à Embaixada Brasileira no Suriname, América do Sul.

Comandou a Escola de Administração do Exército e Colégio Militar de Salvador, na Bahia, a 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, em Santiago (RS), e a Academia Militar das Agulhas Negras em Resende (RJ). Foi Chefe do Centro de Inteligência do Exército; Comandante das Forças de Paz da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH) e Secretário-Executivo do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República em Brasília (DF).

O general Leal Pujol exerceu, até 18 de dezembro de 2018, a função de Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia em Brasília (DF). Durante os 48 anos de serviço ativo, foi agraciado com 59 medalhas nacionais e 10 condecorações internacionais, além de outros títulos e prêmios.

Por Júlia Campos

Fotos:Tereza Sobreira/MD

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071

registrado em:
Fim do conteúdo da página