Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Pela primeira vez, NAE tem presença de futuras combatentes
Início do conteúdo da página

Pela primeira vez, NAE tem presença de futuras combatentes

Publicado: Segunda, 17 de Setembro de 2018, 17h53

Brasília, 17/09/2018 - A principal competição esportiva entre as escolas preparatórias de formação de oficiais das Forças Armadas teve a participação inédita de mulheres. Elas são alunas das escolas militares do Exército e da Força Aérea.

A 50ª edição da NAE teve início, no sábado (15), e objetiva integrar os alunos das três Forças, estimular a prática esportiva e o espírito de corpo, sentimento de união desenvolvido pelos militares. A disputa segue até 21 de setembro.

Este ano, sediada na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas (SP), o evento conta, pela primeira vez, com a participação das alunas disputando provas de atletismo, natação e orientação.

50ª NAE tem participação de futuras combatentes do Exército disputando provas de atletismo, natação e orientação

A outra novidade é o aplicativo “NAE 2018”, ferramenta em que o público pode acompanhar a programação, os resultados dos jogos, os recordes da competição e as matérias. O aplicativo está disponível para aparelhos dos sistemas Android e IOS.

Formada pela abreviatura de Naval, Exército e Aeronáutica, a NAE conta com a presença de alunos do Colégio Naval (CN), Escola Preparatória de Cadetes do Exército (Espcex) e Escola Preparatória de Cadetes dos Ar (Epcar).

A cerimônia de abertura 50ª NAE, no Estádio da Fonte Espcex, ocorreu com o tradicional ritual de acender a pira olímpica e a apresentação das delegações das escolas.

Na abertura, equipe da Brigada de Infantaria Paraquedista aterrissou no estádio saltando de paraquedas

Na sequência, a equipe de Salto Livre do Exército, formada por militares da Brigada de Infantaria Paraquedista, aterrissou no estádio saltando de paraquedas. Logo em seguida, tiveram início as provas de atletismo.

Os competidores têm entre 17 e 22 anos e passaram por intensa preparação para disputar o evento. Eles competem entre 11 modalidades.

Além de esportes tradicionais como futebol, vôlei, basquete, natação, judô, atletismo e xadrez, os atletas disputam outras provas comuns no segmento militar como esgrima, orientação, triatlo militar e tiro esportivo.

Os jogos são organizados pela Comissão Desportiva Militar do Brasil (CDMB), vinculada ao Ministério da Defesa (MD). A cada ano, as três escolas participantes realizam o revezamento da sede.

Competição ocorre entre 15 e 21 de setembro

A competição é aberta ao público e a cerimônia de abertura foi prestigiada por autoridades do Estado-Maior das Forças Armadas.

Comemoração

Em comemoração ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico, dia 22 de setembro, o paratleta Marcus William das Graças Leite, conhecido por “Peixinho”, realizará demonstração de vários estilos de nado durante o intervalo do evento.

Como atleta, ele vem se destacando nas competições de natação realizadas no Sul de Minas Gerais e no estado de São Paulo. Atualmente, possui 62 medalhas, sendo 11 de prata, 13 de bronze e 38 de ouro.

“Peixinho” nasceu em 27 de julho de 2003, na cidade de Três Corações (MG), com uma deficiência física (ausência dos membros inferiores e de um membro superior).

Com informações do Exército Brasileiro 

Fotos: Exército Brasileiro
Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
61 3312-4071

Fim do conteúdo da página