Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > 19/07/2010 - AERONÁUTICA - Aeronáutica divulga investimentos no Controle do Tráfego Aéreo
Início do conteúdo da página

19/07/2010 - AERONÁUTICA - Aeronáutica divulga investimentos no Controle do Tráfego Aéreo

Publicado: Segunda, 19 de Julho de 2010, 12h05

Aeronáutica divulga investimentos no Controle do Tráfego Aéreo

O Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo (SRPV-SP) divulgou (dia 16) o planejamento para o Controle do Tráfego Aéreo nas Terminais Rio e São Paulo, tendo em vista o aumento no movimento de aeronaves em função da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. Os reflexos já podem ser sentidos. No início do ano o órgão podia controlar simultaneamente 30 aeronaves. Hoje, essa capacidade já subiu 50% e o SRPV-SP consegue controlar 45 aeronaves simultaneamente. Até 2012, serão 60 tráfegos ao mesmo tempo.

Em entrevista coletiva, o chefe do SRPV-SP, coronel-aviador Frederico José Moretti da Silveira destacou os investimentos feitos desde 2007 para ampliação do fluxo de aeronaves nas terminais São Paulo e Rio de Janeiro. "Somente na região controlada pelo SRPV-SP, que engloba os aeroportos de Viracopos, Congonhas, Guarulhos, em Sâo Paulo e Galeão e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, já foram investidos 150 milhões de reais e até 2013 esse valor será dobrado", revelou o coronel Moretti.

Todos esses investimentos englobam a aquisição de equipamentos de última geração, como dois ILS (Instrument Landing Systen) categoria III, que serão instalados em Guarulhos e no Galeão. O equipamento permite que os pilotos pousem em condições meteorológicas extremas, como neblina intensa e teto zero. "Isso vai permitir que a pista do aeroporto de Guarulhos não seja interditada por neblina na mesma intensidade que é hoje", afirma o coronel Moretti.

Esses investimentos fazem parte de um plano estratégico que pretende capacitar o órgão para a demanda de tráfego Aéreo até 2020. De acordo com o entendimento do chefe do SRPV-SP a Copa e as Olimpíadas irão passar, mas o movimento aéreo continuará intenso porque esses eventos aumentam a visibilidade do País e acabam provocando um acréscimo no fluxo de turismo e negócios.

Veja a apresentação em PDF os investimentos do SRPV-SP

Fonte: CECOMSAER

Fim do conteúdo da página