Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Atleta do Exército alcança o 1º lugar no ranking mundial de tiro esportivo
Início do conteúdo da página

Atleta do Exército alcança o 1º lugar no ranking mundial de tiro esportivo

Publicado: Terça, 05 de Abril de 2016, 11h35

Brasília, 05/04/2016 – O 3⁰ sargento do Exército Brasileiro Felipe Almeida Wu, 23 anos, conseguiu um resultado inédito para o tiro esportivo brasileiro. No momento, o atleta ocupa a primeira colocação no ranking mundial da prova de pistola de ar (10m), com 983 pontos.

Foto: Cob
3⁰ sargento do Exército Felipe Wu (centro) conquistou a medalha de ouro na Copa do Mundo de tiro esportivo, na Tailândia
3⁰ sargento do Exército Felipe Wu (centro) conquistou a medalha de ouro na Copa do Mundo de tiro esportivo, na Tailândia

O resultado veio após o somatório de pontos conquistados por Wu com a medalha de ouro na Copa do Mundo de tiro esportivo, etapa de Bangkok, em março na Tailândia. Na disputa, ele derrotou o americano Will Brow. O militar também foi primeiro lugar nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, disputado no ano passado.

Desde 2003, Felipe Wu integra o Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR), do Ministério da Defesa, o qual possibilitou ao atleta competir nas categorias do tiro esportivo. “Além do auxílio financeiro, o mais importante no meu ingresso nas Forças Armadas foi que pude iniciar nas modalidades que utilizam armas de fogo, já que ainda sou menor de 25 anos”, declara.

O atleta paulistano diz que começou a praticar o tiro com 11 anos, por influência dos pais. Além do ouro conquistado no Pan de Toronto, o militar vem alcançando bons resultados em competições internacionais nos últimos anos, como o 1⁰ lugar no Campeonato Sul Americano, em  2014; e a medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude, em 2010.

Segundo o atleta, o ingresso nas Forças Armadas foi uma sugestão de colegas atiradores militares que sabiam de suas dificuldades em conseguir patrocínio e tirar o porte de arma de fogo. “Além de ser uma honra integrar as Forças Armadas, a admissão me ajuda muito na preparação para os Jogos Olímpicos, que acontece em agosto deste ano, em nosso país”, ressalta.

Programa Atletas de Alto Rendimento

O PAAR é uma parceria dos ministérios da Defesa e do Esporte com o objetivo de fortalecer a equipe militar brasileira em eventos esportivos de alto nível. Os esportistas têm a disposição todos os benefícios da carreira, como vencimentos, 13⁰ salário, plano de saúde, férias, direito à assistência médica, incluindo nutricionista e fisioterapeuta, além de disporem de todas as instalações esportivas militares adequadas para treinamento.

O alistamento para o PAAR é feito de forma voluntária e o processo de seleção, publicado em edital, leva em conta os resultados dos atletas em competições nacionais e internacionais.

O programa inclui 26 modalidades olímpicas (atletismo, badminton, basquete, boxe, ciclismo, esgrima, futebol, golfe, handebol, hipismo, judô, levantamento de peso, lutas associadas, maratona, nado sincronizado, natação, pentatlo moderno, remo, saltos ornamentais, taekwondo, tiro, tiro com arco, triatlo, vela, vôlei e vôlei de praia), três modalidades não olímpicas (cross country, lifesaving e futebol de areia) e cinco modalidades tipicamente militares (orientação, paraquedismo, pentatlo aeronáutico, pentatlo militar e pentatlo naval).

Por Lane Barreto
Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
61 3312-4071


 

 

 

Fim do conteúdo da página