Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > 04/04/2012 - DEFESA - Sipam cadastra 117 mil famílias em programas sociais na Amazônia
Início do conteúdo da página

04/04/2012 - DEFESA - Sipam cadastra 117 mil famílias em programas sociais na Amazônia

Publicado: Quarta, 04 de Abril de 2012, 16h37

Sipam cadastra 117 mil famílias em programas sociais na Amazônia

altBrasília, 04/04/2012
— Cerca de 117 mil famílias que vivem em condições de pobreza ou extrema pobreza foram inscritas nos programas sociais do governo federal graças à infraestrutura tecnológica do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam).

Com a novidade, elas poderão receber benefícios dos programas Bolsa Família, de transferência direta de renda, e Bolsa Verde, que estimula a conservação ambiental em áreas extrativistas.

O cadastramento foi possível por meio de duas parcerias firmadas, em novembro de 2011, pelo Ministério da Defesa: uma com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), para o Bolsa Família, e outra com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), para o Bolsa Verde.

Pela parceria com o MDS, o Sipam instalou 27 antenas de transmissão via satélite em lugares de difícil acesso e comunicação. A medida possibilitou a inclusão de 101 mil famílias como beneficiárias do Bolsa Família. Até o final de 2013, está prevista a colocação de 166 equipamentos.

“Com a antena, o técnico do município faz o cadastramento on-line das famílias. Além disso, usaremos essas informações para alimentar o nosso banco de dados sobre a Amazônia”, ressalta o diretor técnico do Sipam, Cristiano Cunha.

No caso do Bolsa Verde, foram beneficiadas 17 mil famílias que vivem do extrativismo sustentável na Amazônia. A expectativa é cadastrar mais 11 mil em 2012. “O Bolsa Verde será estendido para todo o Brasil neste ano. Pretendemos chegar a 50 mil famílias cadastradas”, afirma a diretora de extrativismo do MMA, Claudia Calorio.

A cada três meses, o Sipam monitora (com radares, sensores e imagens de satélites) as áreas de conservação ambiental. A condição para receber o benefício do Bolsa Verde, de R$ 300 por trimestre, é não desmatar e usar os recursos da floresta de forma sustentável.
Com isso, o programa incentiva o uso sustentável da floresta, por meio da exploração do látex, das castanhas, de óleos vegetais, do açaí ou até da madeira, segundo critérios fixados por planos de manejo.

“Estamos tirando da invisibilidade essas pessoas que vivem da floresta, incentivando-as ao uso consciente dos recursos naturais”, complementa Claudia Calorio. As famílias do Bolsa Verde também recebem o Bolsa Família.

Foto: Sipam
Ministério da Defesa

Assessoria de Comunicação Social
(61) 3312-4070 // 4071

registrado em:
Fim do conteúdo da página