Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Notícias > Inaugurado prédio principal do Estaleiro de Construção do Programa de Desenvolvimento Submarinos (PROSUB) da Marinha
Início do conteúdo da página

Inaugurado prédio principal do Estaleiro de Construção do Programa de Desenvolvimento Submarinos (PROSUB) da Marinha

Publicado: Sábado, 13 de Dezembro de 2014, 09h44

Itaguaí (RJ), 13/12/2014 – Em solenidade realizada na manhã desta sexta-feira (12) em Itaguaí (RJ), a Marinha do Brasil deu mais um passo decisivo para a implantação de seu Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB). Foi inaugurado, pela presidenta da República, Dilma Rousseff, o prédio principal do Estaleiro de Construção, onde os submarinos do projeto – quatro convencionais e um a propulsão nuclear – serão montados. A cerimônia teve a presença do ministro da Defesa, Celso Amorim, e do comandante da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto.

Foto: Tereza Sobreira
Dilma Rousseff exibe maquete do Estaleiro entre o governador do Rio de Janeiro, Luiz  Fernando Pezão, o comandante da Marinha, almirante Moura Neto, e o ministro da Defesa, Celso Amorim
Dilma Rousseff exibe maquete do Estaleiro entre o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, o comandante da Marinha, almirante Moura Neto, e o ministro da Defesa, Celso Amorim

Dilma Rousseff saudou todos os trabalhadores envolvidos na empreitada, chamando-os de heróis. “Esta inauguração é mais um passo para fazer de Itaguaí um polo industrial e tecnológico”, disse. E completou: “A Marinha fez com que o Brasil integrasse o seleto grupo de países que detém tecnologia para a construção de submarinos”. Ao todo, o PROSUB conta com investimentos de R$ 28 bilhões de reais.

A presidenta destacou que, mesmo sendo uma nação pacífica, o Brasil precisa de meios efetivos para assegurar a defesa nacional. “A Amazônia Azul guarda as riquezas do pré-sal. Por isso, a Força Naval tem de estar adestrada e bem equipada”, afirmou.

Missão

Para o ministro da Defesa, Celso Amorim, “a missão dos submarinos que passarão pelo Estaleiro será dissuadir as ameaças que alcancem nossa soberania pela via marítima”. Ele explicou que o primeiro submarino convencional já está sendo desenvolvido no complexo naval de Itaguaí e o a propulsão nuclear “ganha contornos definitivos” em São Paulo.

Amorim destacou ainda que, graças ao PROSUB, o Brasil é hoje um dos poucos países do mundo que tem a tecnologia de enriquecimento nuclear, que como manda a Constituição, será usada para fins pacíficos. E finalizou: “A Marinha do século XXI deverá estar plenamente capacitada a negar o uso do mar a forças hostis”.

No evento, Dilma recebeu das mãos do comandante Julio Moura Neto uma maquete do Estaleiro. Ademais, duas funcionárias da obra, Alcineia Couto Silva e Creuza Dias Pereira, entregaram flores para a presidenta.

Os presentes assistiram ao descerramento da placa de inauguração do prédio e da Seção de Qualificação – que tem por finalidade testar e homologar os processos produtivos de fabricação do casco resistente, antes de aplicá-los definitivamente aos submarinos.

Geração de empregos

Foto: Tereza Sobreira
A construção dos cinco submarinos do Prosub vai gerar 9 mil empregos diretos
A construção dos cinco submarinos do Prosub vai gerar 9 mil empregos diretos
O comandante da Marinha ressaltou a magnitude do projeto. “A dimensão do prédio permitirá construir e montar, simultaneamente, duas unidades do veículo naval. O programa dotará o país de invejável poder de dissuasão”, afirmou. 

Moura Neto falou, também, que o PROSUB tem como princípios a transferência de tecnologia e a geração de 9 mil empregos diretos e 32 mil indiretos, além do reforço da Base Industrial de Defesa.

Estiveram presentes na cerimônia de inauguração os comandantes do Exército, general Enzo Martins Peri, e da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito; o secretário-geral do Ministério da Defesa, Ari Matos Cardoso; o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão; o prefeito de Itaguaí, Luciano Mota; e demais autoridades civis e militares.

Assessoria de Comunicação
Ministério da Defesa
61 3312-4071

Fim do conteúdo da página