Acessibilidade
Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página Principal > Anistia > Uncategorised > Amizade através do Esporte: 14ª Corrida para a Paz promove eventos em Brasília e no Rio
Início do conteúdo da página

Amizade através do Esporte: 14ª Corrida para a Paz promove eventos em Brasília e no Rio

Brasília, 10/03/2019 – O tradicional Eixão do Lazer, em Brasília, teve evento especial neste domingo (10). Em clima de integração, militares e civis participaram da 14ª edição da Corrida para Paz. O evento, que não possui caráter competitivo, reuniu cerca de 6 mil pessoas, entre elas o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e o diretor do Departamento de Desporto Militar, general Jorge Antônio Smicelato. Já, no Rio de Janeiro, mais de 2 mil participantes largaram do Forte de Copacabana para também celebrar o lema "Amizade através do esporte". Este ano, a corrida, nas duas cidades, foi organizada pela Força Aérea Brasileira.


A corrida foi criada para comemorar o aniversário do Conselho Internacional do Esporte Militar – CISM e promover a mensagem pela paz mundial. Neste ano, também celebra a realização dos 7° Jogos Mundiais Militares (JMM), que ocorrerá em outubro, na cidade de Wuhan, na China.


Cerca de 250 alunos do Programa Forças no Esporte (PROFESP) estiveram do evento. Os adolescentes acima de 16 anos puderam correr e foi um deles que fez o melhor tempo da corrida. Apesar de jovem, Thiago Henrique Silva, que também participa do Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR), coordenado pelo Ministério da Defesa, já acumula importantes participações nacionais e internacionais. Ele representou o Brasil nos Jogos Escolares, etapa internacional na Bolívia, e, lá, ficou em terceiro lugar. Na Corrida pela Paz de 2018, fez o segundo melhor tempo.


“Isso aqui é muito importante para mim. O programa mudou tudo na minha vida. Quando entrei, não queria estudar e nem saber de nada. Foi quando começaram a me apoiar no esporte. Hoje, meu sonho é correr a São Silvestre e me formar em Educação Física. Quero continuar sendo atleta e, quem sabe, chegar a uma Olimpíada”, comentou. Thiago está em treinamento para a primeira seletiva do pan-americano que ocorrerá em abril.


Atletas Militares


Nove atletas, integrantes do PAAR, também estiveram presentes na corrida. Eles apresentaram os uniformes dos Jogos Mundiais Militares 2019, para as competições na China. O terceiro Sargento do Exército Matheus Américo, que se prepara para participar da prova dos 800 metros do atletismo, foi o primeiro colocado da Corrida para a Paz em 2017. “Eu ainda não participava do PAAR e meu tempo não era tão bom. Mas as pessoas já me incentivavam, é um evento muito importante”, lembrou.


Para o terceiro sargento da Marinha e atleta dos Saltos Ornamentais, Hugo Parisi, além da corrida estimular a paz, também “promove as ações que as Forças Armadas realizam e faz com que a sociedade conheça de perto”.


Tanto na corrida da Capital Federal como no Rio, os atletas militares marcaram presença. Em Brasília, foram eles: os Sargentos da Marinha Cesar Castro, Hugo Parisi e Luana Lira, todos dos Saltos Ornamentais; as Sargentos do Exército Renata e Angélica, do volêi, e o soldado Américo, do futebol; os Sargentos da Força Aérea André de Souza, do basquete, Bernardo Oliveira, do Tiro com Arco, e Caio Bonfim, da Marcha Atlética.


“O Exército, a Marinha e a Aeronáutica abriram uma porta muito grande para o esporte brasileiro. Não consigo ver uma forma melhor de aliar a disciplina militar com a disciplina esportiva do que as Forças estarem por traz disso”, disse a jogadora de volêi Angélica sobre a importância do PAAR.


Integração e saúde


Após correr os cinco quilômetros, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, celebrou o evento que acontece em todo o mundo. “São várias edições de sucesso, com a participação da população. É um incentivo à prática esportiva, para prevenção de saúde e condição física. Se o ministro da Defesa com seus 65 anos compareceu, o restante também pode”, declarou.


Essa foi a primeira vez que os recém-casados Letícia e Lucas Jordão correram juntos. Ele acredita que o evento atingiu o objetivo que prometeu. “Não tem competição, é um incentivando o outro, na paz e tranquilidade. Quando os militares passavam com os gritos de guerra, estimulavam mais ainda. Achei muito legal essa integração”, disse.


A Corrida para a Paz é coordenada pelo Ministério da Defesa e, neste ano, o Comando da Aeronáutica foi o responsável pela organização e execução, com o apoio da Ala 1, em Brasília, e da Comissão de Desporto da Aeronáutica (CDA), no Rio. “Nada melhor que uma corrida para cultuar nossa saúde mental e física. Parabéns a todos os corredores”, ressaltou o comandante da Ala 1, Brigadeiro Vincent Dang.


Histórico


Desde 2006, o Conselho Internacional do Esporte Militar comemora o seu aniversário, por meio do (CISM Day Run for Peace), com corrida e caminhadas organizadas pelas Forças Armadas dos 138 países associados ao Conselho.


A fundação do CISM data de 1948, quando Henri Debrus, líder do esquadrão francês, fundou, em parceria com militares da França, Bélgica, Holanda, Luxembrugo e Dinamarca, o “Conseil International Du Sport Militaire” (CISM), instituição cujo objetivo é promover a paz através do esporte.

Por Júlia Campos

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071

Fim do conteúdo da página